ACONSELHAMENTO FAMILIAR

Família constituí a primeira forma de socialização do indivíduo e relaciona-se com a organização e funcionamento da sociedade em geral, funciona como a primeira instituição social que regula as relações entre as pessoas e destas com as demais. 

 

 Deste modo, a família representa uma importante peça para a integração social. 

 

Atualmente, acentua-se a diminuição das taxas da fecundidade e a diminuição do número de casamentos, crescendo por sua vez, aquilo que se entende por núcleos familiares (pais ou mães separados ou afastados que vivem com as suas crianças). 

 

O divórcio possuí cada vez mais ênfase e a anterior concepção da família ligada ao casamento como a principal base de felicidade, deixou de ter sentido para dar lugar aos desentendimentos e isolamentos, deixando escapar uma excelente ferramenta chamada “diálogo”, porque é evidente que em qualquer relação não pode existir um monólogo, não se vive um relacionamento de forma unilateral. 

 

Infelizmente hoje em dia as pessoas estão se tornando cada vez mais egoístas, sempre muito centradas nas coisas materiais e sobretudo debruçadas somente no trabalho, deixando a rotina dominar o espaço familiar, dando ênfase à intolerância, a falta de paciência para compreender o seu parceiro gerando um afastamento absoluto e até mesmo dando azo a brigas e discussões causando o exaurimento na vida conjugal. 

 

 Quando deixa de existir nomeadamente a amizade, compreensão, cumplicidade, lealdade, fidelidade e designadamente o “respeito”, pois é a partir deste momento que começa a degringolar a relação. 

 

 Geralmente a solução está dentro de nós mesmos, isto é, temos que começar a tentar resolver a perspectiva do nosso mundo interior para nos posicionarmos do mundo exterior com mais força e discernimento para poder tomar as decisões mais sensatas e buscar novas mudanças, maneira de pensar e agir. 


 Enquanto existir amor tudo pode ser alterado basta lutar mas, na ausência dele as coisas se tornam muito mais distantes de uma resolução positiva chegando mesmo ao ponto final que é a ruptura.